Um verdadeiro achado. O Jonh Masters Organics…

… e se vos dissessem que apenas um produto poderia tratar da oleosidade, adicionar volume, melhorar o crescimento, equilibrar o couro cabeludo e ser orgânico, vocês acreditavam? Eu também não, mas pesquisando muita informação na net e lendo vários blogues acabei por descobrir esse tal produto e decidi experimentar.

A marca John Masters Organics é muito conhecida no mundo de cosmética orgânica, sendo esta de qualidade superior e de preços médios-altos. O Deep scalp folicle treatment & volumiser for thinning hair é composto por 72% de ingredientes de origem orgânica e conta com 17 plantas, entre elas: centelha asiática, ortiga, hamamelis, arnica, lavanda, calendula, tomilho entre outras. Praticamente sem cheiro e textura muito aquosa, o spray deverá ser usado depois da lavagem do cabelo directamente na raiz, seguindo de uma massagem suave no couro cabeludo. A grande vantagem é que este não deixa o cabelo pesado nem oleoso, antes pelo contrário, muito mais levantado e suave ao toque. Também ao fim de 2 semanas de utilização comprovei que o cabelo se mantém limpo por mais tempo depois da sua aplicação. O aplicador e o frasco são simples e práticos. Resumindo, está mais que recomendado. Quanto à sua eficácia no crescimento de cabelos novos, só com tempo o poderei comprovar, mas definitivamente vou continuar a usá-lo, pois já há muito tempo que não experimentava algo tão eficaz e indicado para o meu tipo de cabelo. Também estou decidida a experimentar um dos seus inúmeros shampôs.

O preço mais em conta que encontrei na net foi no site Lovelula: cerca de 28€ por 125 ml sem pagar as despesas de envio para Portugal. Como no Lovelula estava esgotado, encomendei um frasco de 59ml num outro site a um preço de 27€, mas que infelizmente ficou dois meses e meio retido na alfândega. Pelas  minhas contas uma embalagem de 125 ml vai durar no mínimo 6 meses. Bom, bom, bom!

John Masters Organics

One thought on “Um verdadeiro achado. O Jonh Masters Organics…

Os comentários estão fechados.