Home, sweet home! Finalmente em casa…

Bom dia, FashionWoManiacas,

Finalmente estou de volta, cheia de boas recordações, impressões e energia. Estes últimos 12 dias foram passados em 3 países diferentes, cada um com a sua história e encanto, completamente diferentes uns dos outros.

O primeiro ponto de passagem foi Nairobi no Quénia, seguindo logo de avião para o parque natural Masai Mara. Desde a calorosa recepção ao nosso grupo pelas tribos locais na “pista” do “aeroporto” local, até aos animais selvagens, tudo nessa terra africana foi especial. Apesar de ter algum receio das condições climatéricas e sanitárias não serem as melhores, correu tudo lindamente, graças à organização e ao indescritível resort Mara Safari Club Fairmont.

A segunda paragem foi na magnífica ilha de Zanzibar na Tanzania. Um paraíso para quem procura descanso, paz, beleza natural e praias exóticas. O resort The Residense revelou-se uma agradável surpresa para muitos dos casais que estiveram lá (a maioria em lua-de-mel). Sempre de sorriso aberto, uma saudação sincera, vontade de agradar e receber bem, o povo desta fantástica ilha ficou gravado para sempre na minha memória. Dizer que gostei desta beleza selvagem é não dizer nada, simplesmente amei cada segundo passado lá.

Antes de regressar a Portugal e para reduzir um pouco o cansaço de uma viagem de mais de 10 mil km (!), fiquei 3 noites no Dubai, uma vez que fiz a escala lá. Um grande contraste depois das terras africanas, tudo verdadeiro e selvagem, a capital dos EAU surpreendeu-me pela sua sofisticação, mas ao mesmo tempo senti algo muito artificial. Talvez tenha ido com expectativas muito altas em relação a este destino tão aclamado, mas na verdade não fiquei com aquela vontade de lá voltar. Quem procura um destino de compras do mais luxuoso que há, certamente não há nada melhor que os seus intermináveis shoppings, mas fora disso e meia-dúzia de prédios impressionantes pela sua altura e arquitectura, não fiquei lá muito convencida😦

Depois de mais de 20 mil km, 6 aviões e dezenas de horas de vôo… sabe tão bem chegar a casa. Home, sweet home