Carolina Herrera. Seu percurso e um pouco mais…

“Fashion is to please your eye, shapes and proportions are for your intellect.”

— Carolina Herrera for International Herald Tribune

Este artigo era para ter sido publicado como um dos primeiros no meu blogue, pois Carolina Herrera é uma das minhas designers favoritas…

A minha paixão pela marca começou com a compra há uns anos atrás de uma mala-baú, que acho uma das suas malas mais conhecidas e emblemáticas. Depois foram uns sapatos, umas sabrinas, um vestido, um casaco, um anel, e tudo começou…

Passados alguns anos ainda não resisto a espreitar a sua loja cada vez que vou a Lisboa. E quando tenho oportunidade de passar pela outlet da mesma em Alcochete e encontrar alguma “pechincha” sua a um preço fantástico, fico mesmo radiante.

Curiosamente nos meus tempos de faculdade fiz uma apresentação oral em espanhol sobre esta artista no âmbito de um trabalho, de tal forma gosto dela.

Para quem ainda não sabe, a venezuelana María Carolina Josefina Pacanins y Niño, mais conhecida no mundo da moda por Carolina Herrera, começou a sua carreira nos anos 80, quando já ninguém acreditava que uma senhora abastada e de alta sociedade, nos seus 40´s e tais anos poderia atingir tal sucesso.

Carolina Herrera jovem

Depois de um matrimónio curto e duas filhas ainda pequenas, CH tornou-se na primeira mulher na sua família a pedir o divórcio. Pouco tempo depois casou com o nobre Reinaldo Herrera, o seu actual marido, com quem teve mais duas filhas.

O seu impecável gosto foi incutido pela avó, que já na altura adorava e vestia Balenciaga e Cristian Dior, visitando as suas boutiques em Paris várias vezes por ano.

A sua primeira criação foi o vestido de casamento de Diana Vreeland, que se tornou um sucesso. Foram precisos 6 anos e vários patrocinadores para abrir a sua primeira loja em Nova York. Consta que Jackie Kennedy adorava as suas criações e foi a primeira “embaixadora” da marca no mundo.

Jackie Kennedy

Com a passar do tempo as suas colecções foram completadas por acessórios, perfumes, sapatos etc. Neste momento é a sua filha mais nova, Carolina Herrera Jr., que vive em Madrid, a responsável pela linha de perfumes. Entre as suas clientes mais famosas constam as actrizes Kristin Scott-Thomas, Renee Zelvegger e Kate Blanchet.

A peça mais marcante de Carolina Herrera é uma simples blusa branca, mas sempre muito chique! Pode dizer-se que esta sua paixão pelas blusas brancas revolucionou o mundo da moda, pois quantas de nós não tem uma blusa branca? Serve para variadísimas ocasiões e é sempre uma opção segura quando temos dúvidas do que devemos vestir.

Na semana passada em Londres foi lançada uma linha de blusas brancas, razão pela qual muitas de it-girls internacionais se juntaram na sua loja para a felicitar. E claro, todas elas vinham vestidas com estas suas peças.

Амбер Ле Бон, Оливия Палермо, Каролина Эррера, Джулия Рестуан-Ройтфельд и Лей Лезарк на запуске CH Carolina Herrera's White Shirt Collection в Лондоне

Amber de Bon, Olívia Palermo, Carolina Herrera, Julia Restoin Roitfeld e Leight Lezark

Carolina Herrera Doctora Horizontal

Aos seus 73 anos a criadora transborda charme, classe e uma elegância invejável. Penso que as mulheres, vestidas pela sua marca, também sentem o seu poder feminino, destacando-se das demais.

Ainda em Maio de 2012 Carolina Herrera ganhou o título de Doctora Honoris Causa pelo Fashion Institute of Technology (FIT) em Nova York. Debaixo da toga trazia… obviamente uma chiquérrima blusa branca…